top of page

Aulas presenciais da rede municipal de Jussara tem adesão de 13% dos alunos



As escolas municipais de Jussara retornaram às aulas presenciais nesta terça-feira (14). Para essa retomada, a prefeitura destacou que levou em consideração a diminuição no número de casos de Covid-19 no município e o avanço da vacinação, principalmente no que diz respeito à segunda dose para os profissionais da Educação.


Nesta terça-feira, conforme dados emitidos pela Secretaria Municipal de Educação, 13% dos 1.849 alunos da rede municipal voltaram às aulas presenciais. Vale lembrar que o número quantitativo contempla os alunos matriculados em


CMEIs e estes, por sua vez, ainda não foram contemplados no plano de retorno presencial.


Na entrada dos estudantes, a aferição de temperatura foi feita, bem como higienização das mãos, e as mochilas foram desinfetadas. As escolas que contemplam a volta às aulas presenciais, até o momento, foram: Escola Municipal Lourival de Oliveira Lobo; Escola Agrícola Comendador João Marchesi; Escola Municipal Professora Dolores Martins; Escola Municipal Soraya Saiva Vilela; e Escola Municipal Izaura Maria da Silva. A presença do aluno em sala de aula foi decidida pelos pais ou responsáveis, sendo oferecido também o ensino remoto. No caso dos estudantes que não têm acesso à internet, a SMEC seguirá providenciando o material impresso. Todas as unidades em questão se prepararam para receber os estudantes, com os profissionais orientados acerca dos protocolos de biossegurança.


Após o primeiro dia da volta às aulas presenciais na rede municipal de ensino de Jussara, a professora Kelly Cristina, secretária municipal de Educação, fez questão de agradecer o empenho, a dedicação e o compromisso de todos os profissionais da educação durante o período de preparação para o retorno das aulas presenciais de forma híbrida. A secretária também tranquilizou os familiares de que todos os protocolos de biossegurança estão sendo seguidos e acompanhados pela secretaria de Saúde, vigilância sanitária e o COE. Pede, inclusive, a parceria das famílias em um trabalho que possa monitorar os casos de Covid-19 dentro das unidades educacionais para que, sempre que tiverem contato com pessoas positivadas ou alguém da família que tenha testado para Covid-19, avisar imediatamente a unidade educacional em que o filho estuda.


Enfim, a secretária municipal de Educação agradeceu toda a equipe da Secretaria Municipal de Educação e Cultura pelo apoio, comprometimento e empenho. Reforçou estar ciente das angústias e ansiedades que o momento causa em todos, todavia não há mais meios para recuar, uma vez que os estudantes há um 1ano e e 6 meses fora do espaço escolar. "Com fé em Deus e o empenho de todos venceremos".


Para a professora Rejane Lopes, diretora da Escola Lourival, "foi um retorno com grandes expectativas, muitos desafios para toda a equipe e até mesmo para as nossas crianças. No período matutino foi mais tranquilo, mas no período vespertino foi mais agitado porque recebemos mais crianças. O importante é que no final deu tudo certo sim. Receber as crianças em nossa unidade de ensino sempre é prazeroso".


A volta às aulas na Escola Professora Dolores Martins, segundo a diretora professora Maria Margarete, foi uma mistura de saudade e esperança de que as coisas estão voltando aos eixos. "Nós, professores e gestores, preparamos toda a Escola, seguindo todos os protocolos de segurança e recebemos os alunos com muito carinho. O primeiro dia foi um momento mágico. Pudemos sentir o calor da presença de todos de volta depois de longos meses separados. A empolgação partiu de todos os lados, diante da oportunidade de nos reunirmos e aprendermos todos juntos. Mas, acima de tudo, nos encheu de esperança de um futuro tranquilo e normal como tivemos um dia".


Em reunião com a equipe da Escola Agrícola Comendador João Marchesi, o diretor professor Gwilmour Braz enfatizou que "o retorno das aulas presenciais aconteceu de forma bem planejada e esperada por toda a equipe, uma vez que já estávamos a mais de um ano e meio longe do contato com nossos alunos e este momento ocorrido numa data histórica de 14 de setembro veio para aos poucos retomarmos nossa socialização antes suspensa". Ressaltou, inclusive, que todos os protocolos de segurança foram aplicados desde o momento em que os alunos entraram no ônibus e tanto alunos como funcionários se adequaram a uma nova vivência a qual irá fazer parte da vida diária.


Braz agradeceu a todos os pais e responsáveis que confiaram na escola e na Secretaria Municipal de Educação, ao permitir que as crianças voltassem para as aulas presenciais de forma híbrida. "Sabemos que o ensino aprendizagem presencial, em especial para os alunos da educação básica, torna-se mais significativo, pois o contato com os colegas e professores, mesmo com certas restrições faz total diferença. Percebemos que os estudantes também estavam com desejo de retornarem à escola. Cada depoimento que ouvíamos sobre essa volta ficava nítido a necessidade de estarmos na escola recebendo e acolhendo todos, bem como as famílias que também deixaram transparecerem a alegria de trazer os filhos novamente para a sala de aula".


Para a professora Edvânia Ribeiro, diretora da Escola Izaura Maria, o retorno às aulas presencias se deu de forma harmônica e democrática. A diretora destacou que "SMEC, Escola e família, resguardados pela confiança no cumprimento às normas de segurança, encheram-se de alegria no caminhar rumo à aprendizagem. Por fim, disse que "estamos nutridos das melhores estratégias de atendimento didático-pedagógico, garantindo não somente um retorno à escola, mas, sobretudo a permanência, a segurança e a aprendizagem de nossos alunos e funcionários".


A Escola Soraya também retornou às aulas presenciais híbridas no dia 14 de setembro. A professora Gleycy Mesquita, diretora da instituição, salientou que a equipe escolar se organizou de maneira especial para receber as crianças, seguindo todos os protocolos de biossegurança, com muita empatia, música, alegria pelo retorno e esperança de dias melhores. "A equipe da Escola externa gratidão a mamãe, papai ou responsável por confiar seus filhos para retornar à Escola. Agradecemos também a Secretaria Municipal de Educação por nos trazer apoio logístico e apoio presencial, uma vez que sabemos que estamos todos imbuídos num mesmo fim, que é ensinar com qualidade e segurança." A diretora terminou a fala agradecendo a equipe unida e arrojada que contempla a Escola Soraya.


Mais informações acerca da volta às aulas presenciais na rede municipal de Jussara poderão ser divulgadas em nosso site.



1 comentário
bottom of page